03.jpg
  help
Reflexões sobre uma perspectiva psicobiológica do adoecer
Terça-feira, 24 Janeiro 2017, 21:45

O adoecer em geral, particularmente o adoecer somático, tem sido alvo de teorizações distintas ao longo do tempo e de acordo com diversas leituras. Estas decorrem de um modelo biomédico de causalidade linear, de um modelo biopsicossocial ou de uma perspectiva mais actual, de integração das neurociências e das ciências psicológicas, que se poderá pensar como um modelo de vulnerabilidade psicossomática. O desenvolvimento das neurociências, da imunologia, da genética e da psicologia têm vindo a convergir, permitindo antever e aprofundar a complexa teia de relações entre diferentes níveis e ajudar a compreender as interacções corpo/mente na psicobiologia do adoecer.

No momento presente, o predomínio de doenças crónicas que associam factores biológicos e comportamentais na sua etiologia e desenvolvimento, torna cada vez mais relevante esta leitura integradora face às diferentes formas de adoecer. A sua importância implica necessariamente uma reformulação do pensamento teórico em torno da saúde e da doença e das intervenções práticas, preventivas e de tratamento. Tomando como paradigma a investigação de carácter psicobiológico, procurar-se-á reflectir sobre regulação emocional, vinculação e desenvolvimento, o papel da depressão, a variabilidade individual e múltiplos factores de vulnerabilidade que, num conjunto de interacções complexas entre diferentes níveis, podem exemplificar a relação entre emoção e adoecer.

Prof. Sílvia Ouakinin - Psiquiatra, Professora Auxiliar da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa. Serviço de Psicologia Médica, Clínica Universitária de Psiquiatria e Saúde Mental, FMUL / CHLN. Vice-Presidente da SPPS.

 

Moderação:

Luísa Branco Vicente - Psiquiatra e Pedopsiquiatra, Psicodramatista e Psicanalista Didacta, Doutorada em Saúde Mental

Jorge Câmara -  Psiquiatra, Psicanalista, Sócio Fundador da SPPS.

Voltar

Rua Rodrigues Faria,n. 103 - Ed. G - 0.3, 1300-501 LISBOA (Antiga Gráfica Mirandela em Alcântara)