01.jpg
  help
Poetas sem Rede
Quinta-feira, 07 Junho 2018, 21:00
Poetas
O mês de Junho é mês de santos populares, cheira a sardinha, espreita o Verão…
Mas…
“Chove. Há silêncio, porque a mesma chuva
Não faz ruído senão com sossego.
Chove. O céu dorme.
Tão calma é a chuva que se solta no ar
(Nem parece de nuvens) que parece
Que não é chuva, mas um sussurrar

Chove. Nada apetece...”
Fernando Pessoa
Discorde! Porque chove. apetece Tertúlia, apetece poesia…
Estaremos já na próxima quinta-feira, dia 7, pelas 21h, como sempre,  na Livraria LER DEVAGAR, na LX Factory, no Calvário.  Elsa de Noronha a anfitriã.
Fernando Pessoa, é o nosso poeta do mês. Junho  o seu mês de nascimento (a 13 de Junho)
“Não digas nada!

Há tanta suavidade em nada se dizer
E tudo se entender

Não digas nada
Deixa esquecer”
  Fernando Pessoa
Impossível esquecer! Basta querer e ...entender ...
Diz a toda a gente e aparece que esperamos por ti.

Voltar

Rua Rodrigues Faria,n. 103 - Ed. G - 0.3, 1300-501 LISBOA (Antiga Gráfica Mirandela em Alcântara)